Friday, January 04, 2008

Na Sombra da Estrela

Andou, nas portas da vida vencida,
Como um fantasma de vazio e horror.
Não conheceu da vida senão dor.
Nunca sentiu senão a alma perdida.

Destroçado pela negra mão da vida,
Nunca alimentou ódio nem temor.
Despido de dignidade e de amor,
Permaneceu são na noite vencida.

Preso na dor de um futuro quebrado,
Viveu por entre a mágoa e o pecado,
Torturado por tudo o que mais dói.

Mas, mesmo depois de preso à tristeza,
Nunca se perdeu a sua nobreza.
Viveu mártir… Morreu como um herói!

___In memoriam S. Arasen______

5 comments:

steuf42 said...

ola carla!
é com muito prazer que encontrei o teu blog!
um bom exercicio para mim de ler em portugues outras coisas do que as nossas car(r)as sebentas da UTAD.
pelo menos aprendi que temos umas leituras em comum...as dos livros da Marion Zimmer Bradley! (mas pra mim foi em frances...)

Alice said...

Lindíssimo !! muito bom !
bjkass

Fátima said...

Amiga,

Muito bom Adorei!!!

:-) Beijinhos

O Profeta said...

Este vento que sopra nos brandais
Leva de arrasto a minha alma
A proa estende-se adiante na vaga
Olhar de garça o meu coração acalma

Ai quem me dera voar no canal
Ai quem me dera ser a tua espera
Ai quem me dera que o amor
Ai! morasse naquela terra



Bom fim de semana


Doce beijo

Betty Branco Martins said...

Querida Carla





______________cheguei!!!
agora é só_____um olÁ:)



e_________de todo coração__________




agradecer____________a visita na minha ausência


____________voltarei mais tarde
para ler e_____________comentar





beijOs com carinhO