Sunday, October 12, 2008

Alma Abandonada


Entre projectos e antologias, eis o meu novo livro, já disponível através da lulu.com!


Palavras de emoção e de sentimento são o que se reúne neste que é o meu terceiro livro de sonetos, onde as sombras da noite se confundem com as lágrimas do coração. Cada palavra sangra lágrimas de sal e apenas o sonho importa no grito da poesia.




Visitem o link, divulguem... Se estiverem interessados, em alternativa, podem entrar em contacto comigo. (carianmoonlight@gmail.com).


Saudações...

Carla Ribeiro

6 comments:

Maria Liberdade Oliveira dos Santos said...

Amei o seu blog e o seu trabalho. Parabéns! Beijinhos iluminados em seu coração. Sucesso,sempre!

Oliver Pickwick said...

Ei, garota! Há quanto tempo, hein? Senti falta da sua linda poesia de cemitério, bem ao estilo Baudelaire.
Saudações edgaralanpoenianas!
Um beijo!

avatar said...

A Critica do Deus Maldito já está pronta e assim que tiver tempo publico-a e divulgo a tua nova obra.

Outro assunto:
o teu blog foi nomeado para uma ou mais categorias nos Prémios IdeiasFixas2. Vai até lá e vota!!

O Profeta said...

Como posso adquirir o teu livro...?


Doce beijo

avatar said...

Na critica que fiz ao teu livro ainda ficaram algumas coisas por dizer. Coisas que são mais "sensações" do que "constatações". Numa leitura feita por quem também escreve há sempre certos vicíos.

Fico contente por continuares a publicar e a dares asas ao teu sonho. E é isso que nós escrevemos: sonhos.
Cada página que escrevemos é uma batalha, uma vitória pessoal.
Tal como as nossos "heróis" temos de ser teimosos e lutar contra tudo e contra todos, num estilo "antes quebrar que torcer".
Por tudo isto fico também feliz por cada vitória tua.


E espero umas palavrinhas sobre Goor ;)

Tudo de bom!

Pedro Ventura

avatar said...

Pois é... Aproveitei a tua ideia e criei a página no freewebs! Parece que gostámos do mesmo design! :)

Achei fantástico que tivesses ido incentivar aquela jovem escritora do Montijo. Achei ainda mais fantástico o que está por detrás desse incentivo e que revela a tua personalidade.
Nós ( escritores ) não somos, de facto, adversários, nem concorrentes, nem nada desse género. Todos temos o nosso lugar, o nosso nicho. Pelo contrário... A nossa união é essencial, pois a união faz a força. Talvez assim, se fossemos fortes, não houvesse por aí tanta gente a dizer disparates...

Gostei da tua atitude, arquimaga! :)

Pedro Ventura